Como proteger os seus dados do ataque ransomware WannaCrypt

O malware sequestra os dados do usuário e só os libera mediante pagamento em Bitcoins.

Na última sexta-feira (12), um vírus do tipo ransomware infectou milhares de computadores em diversos países, incluindo o Brasil. Conhecido como WannaCrypt, o vírus sequestra os arquivos das máquinas infectadas, tornando-os inacessíveis para os seus donos. Para reaver os arquivos, é preciso pagar, em Bitcoin, uma quantia de US$ 300 (cerca de R$ 928 na cotação atual). Empresas de segurança recomendam não pagar, pois não há qualquer garantia de que os dados serão recuperados.

O WannaCrypt explorou falhas críticas em diversas versões do Windows(principalmente as mais antigas, como o Windows XP), afetando diversas empresas. Para um usuário comum ser infectado, ele precisa estar na mesma rede corporativa de uma empresa ou grupo afetado pelo vírus.

Veja formas de proteger seus dados do ataque de ransomware WannaCrypt (Foto: Pond5)

Veja formas de proteger seus dados do ataque de ransomware WannaCrypt (Foto: Pond5)

App do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular

A Microsoft já corrigiu esta falha de segurança e afirmou que o patch de correção já estava disponível desde março para usuários do Windows 7 ou superior — para usuários do Windows 8 e Windows 7 só chegou na sexta (12). Abaixo confire um tutorial de como proteger os seus dados.

1. Instale as atualizações de segurança do Windows Update

Instalar as atualizações de segurança do Windows Update é a maneira mais completa e eficiente de se proteger. Vale destacar que o Windows 7teve suporte prolongado até 2020. Veja como fazer para verificar se há alguma atualização pendente e deixe seu computador em dia com os updates.

Passo 1. Abra as configurações do Windows e clique na opção “Atualização e segurança”. Na próxima tela, clique em “Verificar se há atualizações”. Em caso positivo, o Windows Update irá baixar e instalar as atualizações mais recentes.

Verificando se há atualizações pendentes no Windows Update (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))Verificando se há atualizações pendentes no Windows Update (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))

Verificando se há atualizações pendentes no Windows Update (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))

2. Faça download do patch direcionado ao WannaCrypt

Há uma forma de baixar apenas o patch direcionado ao WannaCrypt, que o impede de agir no seu PC.

Passo 1. Acesse a página do Microsoft TechNet (https://technet.microsoft.com/pt-br/library/security/MS17-010). O link vai direcionar para o patch de segurança MS17-010, responsável por barrar a propagação do WannaCrypt, via falha do SMBv1 no Windows;

Página do patch de segurança da Microsoft contra o WannaCrypt (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))Página do patch de segurança da Microsoft contra o WannaCrypt (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))

Página do patch de segurança da Microsoft contra o WannaCrypt (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))

Passo 2. Agora você deve procurar na tabela “Softwares afetados e classificações de gravidade da vulnerabilidade” pela sua versão do Windows. A lista abrange as versões de 32 e 64 bits. Basta procurar por sua versão do Windows e clicar no respectivo link;

Procure pela versão do seu Windows (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))Procure pela versão do seu Windows (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))

Procure pela versão do seu Windows (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))

Passo 3. Agora, basta baixar as atualizações referentes ao seu sistema operacional nesta página, clicando no botão “Download”. Depois de baixar os arquivos, clique duas vezes nele e siga o passo a passo de instalação.

Baixe as atualizações de segurança contra o WannaCrypt (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))Baixe as atualizações de segurança contra o WannaCrypt (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))

Baixe as atualizações de segurança contra o WannaCrypt (Foto: (Felipe Alencar/TechTudo))

3. Use um bom antivírus

Além de manter o sistema operacional sempre atualizado, usar um antivírus que reconheça e bloqueie os mais diversos tipos de malwares é essencial. Alguns exemplos são: Avast, Avira, Kaspersky Antivirus, AVG, e etc. O antivírus é capaz de barrar comportamentos anômalos no sistema operacional, como a leitura e rescrição massiva de arquivos em tempo recorde.

4. Fique atento à golpes de phishing

Outra dica é ficar atento a golpes de phishing — estratégia usada para espalhar malwares por meio do envio de e-mails de spam, que direcionam a pessoa para sites contaminados ou enviam anexos com arquivos executáveis contendo vírus. Para se proteger, o usuário deve evitar clicar em links estranhos divulgados pelos seus contatos nas redes sociais e mensageiros. Porém, se você caiu em um golpe desse tipo, a recomendação é usar um antivírus atualizado para remover a ameaça. E, em caso de ransomware, restaurar a sua máquina para não deixar qualquer vestígio do vírus no PC.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta ou comentário

%d blogueiros gostam disto: