Fim do suporte ao Adobe Flash

Em seu blog, hoje, a Microsoft ressalta que a Adobe oferece suporte através da empresa HARMAN para clientes corporativos que ainda precisam sair do Adobe Flash Player. Para acionar esse suporte, basta acessar o blog da Adobe onde há as instruções.

Ainda para ajudá-los, a Microsoft informa que “o Microsoft Edge permitirá que o Adobe Flash Player seja carregado como um plug-in por meio do recurso do modo IE. Inerentemente, o Internet Explorer 11 também permitirá isso”, explica.

Após a migração, a companhia diz que ele será considerado como um plugin de terceiros e que não receberá mais suporte. A empresa também informa que o Flash dará adeus ao novo Edge até janeiro do próximo ano. Depois não haverá mais atualizações de segurança.

“Uma ‘Atualização para remoção do Adobe Flash Player’ será disponibilizada através do Catálogo do Microsoft Update, Windows Update e WSUS que remove permanentemente o Adobe Flash Player como um componente dos dispositivos Windows”, detalha. Ainda assim, é possível fazer a remoção antes através do Catálogo do Microsoft Update.

Por fim, a Microsoft afirma que “todas as APIs, políticas de grupo e interfaces de usuário que regem especificamente o comportamento do Adobe Flash Player serão removidas do Edge Legacy e do Internet Explorer 11 por meio da última “Atualização cumulativa”, em 2021.

Com informações: Microsoft.

Vale lembrar que o anúncio do fim do plugin ocorreu em 2017. Naquele ano, a Adobe informou que iria “parar de atualizar e distribuir o Flash Player no final de 2020” em decorrência do uso reduzido. Além disso, já era possível encontrar opções melhores como HTML5, WebGL e WebAssembly.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: