Seis vantagens de usar duas telas no PC ou notebook

Entenda como uma tela adicional pode mudar a forma com a qual você interage com seu PC ou notebook, deixando sua rotina muito mais funcional, confortável e versátil

Utilizar mais de uma tela é um recurso que se tornou muito popular com a evolução do hardware de notebooks, que passaram a trazer saídas de vídeo de alta definição. A utilização de placas de vídeo dedicadas em desktops também estimulou a adoção de um segundo display, já que as GPUs oferecem mais opções de saídas de vídeo mesmo em soluções de entrada. Sistemas operacionais modernos também facilitam bastante a adição de uma tela ao seu setup, fazendo com que, na maioria dos casos, a adoção de mais de um display seja “plug and play”, ou seja, é só conectar as telas e usar.

Com um segundo display, é possível otimizar o tempo de realização de diversas tarefas, o que aumenta a produtividade. Também pode ser interessante para quem precisa de aparelhos com perfis distintos, já que, com dois monitores, o usuário pode desfrutar de recursos diferentes. A seguir, o TechTudo apresenta algumas vantagens de usar duas telas e como você pode aproveitar o recurso para otimizar seu uso do PC ou laptop.

O que é preciso para utilizar duas telas?

Para quem pretende utilizar uma segunda tela em um notebook, partimos do princípio que uma das telas vai ser o próprio display do equipamento, e a tela adicional um monitor ou TV conectado ao computador. Atualmente, laptops modernos oferecem basicamente dois tipos de conexão para displays externos: as portas HDMI, mais comuns; ou USB-C com suporte à vídeo, um recurso que aparece apenas em equipamentos mais modernos.

Já para usuários que desejam utilizar duas telas em um desktop, será preciso verificar quais opções de saídas de vídeo o equipamento oferece. O ideal em um desktop no qual vão ser conectados mais monitores é utilizar uma GPU dedicada. Além de oferecer mais opções de saídas de vídeo, o componente vai garantir que os displays conectados possam operar com resoluções mais altas.

1. Produtividade

Um dos grandes benefícios ao utilizar dois monitores, sem dúvidas, é o ganho em produtividade que se pode obter. Em situações nas quais é preciso gerenciar mais de uma aplicação ao mesmo tempo, a realização da tarefa fica otimizada se cada uma delas estiver em um display diferente. Isto faz com que o usuário ganhe tempo, uma vez que não é preciso ficar alternando entre as janelas das aplicações. Também passa a ser possível abrir mais apps em duas telas para, assim, observar mais softwares simultaneamente.

Usar duas telas pode facilitar quem precisa operar dois softwares de uma só vez — Foto: Divulgação/ELG
Usar duas telas pode facilitar quem precisa operar dois softwares de uma só vez — Foto: Divulgação/ELG

2. Mais informação na tela

Com duas telas, o usuário passa a ter mais informações sempre à vista, o que também pode mudar completamente a forma de trabalhar, estudar ou mesmo desenvolver em um computador. Um programador, por exemplo, pode utilizar uma tela para linhas de programação e uma segunda tela para realizar a execução do software, o que vai facilitar bastante atividades como correção de bugs.

Para atividades mais comuns, passa a ser possível acompanhar um vídeo em uma tela enquanto se utiliza um editor de textos na segunda, ou mesmo utilizar o espaço de uma tela adicional para ter prévias de imagens ou vídeos em um tamanho maior.

Diversos tipos de profissionais podem se beneficiar da visualização em duas telas — Foto: Unsplash/Farzad
Diversos tipos de profissionais podem se beneficiar da visualização em duas telas — Foto: Unsplash/Farzad

3. Facilita comparações

Um display adicional também pode facilitar bastante a atividade de comparar itens gráficos, vídeos e demais conteúdos que demandam uma visualização mais abrangente e minuciosa. Com dois monitores lado a lado, ou mesmo com a tela do notebook somada a um monitor, é possível verificar de maneira mais simples diferenças entre imagens, por exemplo. Nesse caso, enquanto um display exibe a imagem aberta em tela cheia, na segunda, o usuário pode focar em locais específicos aplicando zoom em uma determinada parte.

Para quem trabalha com edição de imagens, portanto, utilizar uma segunda tela pode ser muito interessante, principalmente considerando que é possível utilizar displays com recursos e taxas de atualização (Hz) distintas.

4. Mais versatilidade

Como mencionado, é possível utilizar telas com configurações completamente distintas, o que pode dar ao usuário ainda mais opções de visualização de seus conteúdos. Uma das principais propriedades dos displays é a taxa de atualização, que representa a velocidade com que a máquina consegue modificar o conteúdo que está sendo reproduzido. Também é interessante observar a taxa de resolução do monitor, medida em pixels — hoje, a mais avançada é a 8K, que promete alta definição de imagem.

Em alguns casos específicos, a adição da segunda tela pode representar um upgrade significativo do sistema. Grande parte dos notebooks oferecidos no Brasil contam com telas com resolução apenas HD (1.366 x 768 pixels), fazendo com que seja interessante considerar utilizar um monitor externo com uma resolução maior, como Full HD, que tem um custo baixo e vai permitir que o usuário tenha uma segunda área de trabalho com uma resolução muito mais adequada atualmente.

É possível usar uma segunda tela em notebooks — Foto: Raquel Freire/TechTudo
É possível usar uma segunda tela em notebooks — Foto: Raquel Freire/TechTudo

5. Ideal para criadores

Gamers, editores de imagem ou vídeo e streamers podem ter um gerenciamento muito mais eficiente de suas tarefas utilizando uma segunda tela, o que torna o upgrade um passo quase essencial. Quem faz live de jogos, por exemplo, geralmente utiliza uma tela para jogar e uma segunda tela para gerenciar as aplicações de transmissão, o chat com os espectadores e demais recursos que precisam ser acompanhados enquanto as lives acontecem. Assim, um segundo monitor pode ser praticamente indispensável.

Streamers e outros criadores de conteúdo conseguem gerenciar melhor suas tarefas com duas telas — Foto: Unsplash/Kadyn Pierce
Streamers e outros criadores de conteúdo conseguem gerenciar melhor suas tarefas com duas telas — Foto: Unsplash/Kadyn Pierce

6. Displays com recursos distintos

Em muitos casos, pode ser interessante utilizar duas telas parecidas, principalmente quando parte do trabalho requer comparações, mas utilizar mais de um monitor também vai permitir que, além de resoluções distintas entre as telas, se possa ter displays com tecnologias completamente diferentes e funcionalidades específicas.

Quem joga e realiza transmissões pode utilizar um monitor mais simples para o gerenciamento e um com taxa de atualização (Hz) mais alta para os jogos. Já os editores podem recorrer a telas com tecnologias distintas — utilizando, por exemplo, uma LCD convencional para operar programas e um display OLED para aferir a qualidade das criações. Também pode ser interessante para alguns usuários utilizar displays com tamanhos distintos.

Qual monitor para segunda tela comprar?

O varejo online oferece algumas opções de monitores que você pode utilizar como segunda tela. O modelo 22B1HM5, da AOC, é uma opção de entrada com 21,5 polegadas com resolução Full HD que pode ser adquirido por valores a partir de R$ 499. Já quem prefere um display com um pouco mais de recursos, o monitor Extream de 23,8 polegadas é um modelo widescreen com taxa de atualização de 75 Hz, que aparece em oferta na Amazon por R$ 699.

Fonte: TechTudo

A história do PHP

O PHP como é conhecido hoje, é na verdade o sucessor para um produto chamado PHP/FI. Criado em 1994 por Rasmus Lerdof, a primeira encarnação do PHP foi um simples conjunto de binários Common Gateway Interface (CGI) escrito em linguagem de programação C.

Leia mais »